Arquivo da tag: ICRJ

AR – 49º Circuito Rio 2018 – dias 01, 02, 03 e 04 de Novembro

Prezado Velejador,

Estamos encaminhando abaixo link para o Aviso de Regata do 49º Circuito Rio, que terá inicio no dia 27 de outubro com a Regata Santos Rio e a sequencia nos dias 01, 02, 03 e 04 de Novembro de 2018; no qual, solicitamos a gentileza de divulgar para os velejadores do seu clube. Continuar lendo AR – 49º Circuito Rio 2018 – dias 01, 02, 03 e 04 de Novembro

AR – Taça comodoro – Optimist, 420, 29er, Laser, Dingue, Finn e Snipe – Data: 19 e 20 de maio de 2018.

TAÇA COMODORO

CLASSES: Optimist, 420, 29er, Laser (Std., Rad. e 4.7), Dingue, Finn e Snipe.

19 e 20 de maio de 2018.

Rio de Janeiro, RJ.

 ORGANIZAÇÃO: IATE CLUBE DO RIO DE JANEIRO

  Continuar lendo AR – Taça comodoro – Optimist, 420, 29er, Laser, Dingue, Finn e Snipe – Data: 19 e 20 de maio de 2018.

AR – Regata Walter Von Hutschler – Classe Star – ICRJ – 12/05/2018

AVISO DE REGATA

1. REGRAS 

1.1. A regata será regida pelas regras definidas nas Regras de Regata a Vela (RRV) 2017/2020. 

1.2. Determinações da CBVELA, FEVERJ, Estatutos e Regras da classe Star, este Aviso de Regata (AR) e as Instruções de Regata (IR). 

  Continuar lendo AR – Regata Walter Von Hutschler – Classe Star – ICRJ – 12/05/2018

AR – Copa HPE 30 – 2ª etapa – 28 e 29 de abril de 2018 – Rio de Janeiro, RJ

AVISO DE REGATA

1. REGRAS

1.1. A regata será regida pelas regras definidas nas Regras de Regata a Vela (RRV) 2017/2020.

1.2. Determinações da CBVELA, FEVERJ, Estatuto e Regras da Classe HPE, este Aviso de Regata (AR) e as Instruções de Regata (IR). Continuar lendo AR – Copa HPE 30 – 2ª etapa – 28 e 29 de abril de 2018 – Rio de Janeiro, RJ

Regata homenageia tricampeão mundial do YCP no Rio de Janeiro

Geórgia e Paola na Taça Bruder (Fred Hoffmannn / ICRJ)

Iate Clube do Rio de Janeiro homenageou Jorg Bruder, tricampeão mundial de Finn, do Yacht Club Paulista, com a filha dele, Geórgia, na raia

São Paulo (SP) – Passaram-se 44 anos desde o acidente aéreo de Orly, na França, que vitimou Jorg Bruder, tricampeão mundial e bicampeão pan-americano da classe Finn, mas o talento do atleta olímpico do Yacht Club Paulista (YCP) mantém-se vivo para os velejadores. A percepção ficou nítida na Taça Bruder, realizada pelo Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) neste fim de semana, 11 e 12 de novembro.

A filha de Jorg, Geórgia Bruder, disputou pela primeira vez uma regata no Rio de Janeiro e ficou sensibilizada pela homenagem ao pai. “Ele faleceu em 1973 e é impressionante como o pessoal ainda lembra dele com tanta reverência. Fui muito bem recebida no clube. Falei com Murilo Borges e Ivan Pimentel, que velejaram com meu pai e tive o prazer de entregar o prêmio a Robert Scheidt e Henry Boening, vencedores da Taça Royal Thames, na classe Star”, declarou a velejadora de Snipe do YCP. Geórgia ainda contemplou o pódio da Star com duas duplas do YCP: Bellotti/Bueno e Bruggioni/Sansone, prata e bronze respectivamente. 

Dupla do YCP no Rio (Fred Hoffmann / ICRJ)

Incentivada a velejar pela parceira Paola Prada, vice-comodoro do Yacht Club Paulista e irmã do tetracampeão mundial de Star, Bruno Prada, Geórgia é integrante das Divas da Snipe, grupo criado no YCP para promover a vela feminina. “Comecei a velejar neste ano na Guarapiranga e agora, no Rio, tive a oportunidade de levar pela primeira vez água salgada na cara. A experiência foi sensacional e não vejo a hora de repetir”. Geórgia e Paola ficaram sexto lugar entre dez barcos. Pedro Madureira e Felipe Novello, do ICRJ, venceram.

Largada na Taça Flovor de OP na Guarapiranga (Divulgação / YCP)

Taça Flovor de OP na Guarapiranga – Simultaneamente às regatas no Rio de Janeiro, o Yacht Clube Paulista organizou a Taça Flovor, uma das principais competições da classe Optimist (OP), com a participação de 44 barcos. A presença maciça de crianças  e adolescentes reforça o compromisso do YCP no incentivo à vela de base. Theo Garcia, do Yacht Clube Santo Amaro (YCSA) foi campeão, seguido pelo colega de clube, Henrique Lowy, ambos com duas vitórias. Alex di Francesco, da Escola de Vela de Ilhabela (EVI) completou o pódio em terceiro lugar.

 

Taça Bruder – Snipe – RJ (2 regatas)

1 – Pedro Madureira e Felipe Novello (ICRJ) – 4 pontos perdidos

2 – Flávio Castro e Roberto Blum (ICRJ) – 5 pp

3 – Nick Pellicano e Renata Grael – 6 pp

Taça Royal Thames – Star – RJ (3 regatas)

1 – Robert Scheidt e Henry Boening (YCSA) – 6 pontos perdidos

2 – Marcelo Bellotti e Maurício Bueno (YCP) – 7 pp

3 – Fábio Bruggioni e Marcelo Sansone (YCP) – 11 pp

Taça Flovor – Optimist – SP (5 regatas, 1 descarte)

1 – Theo Garcia Chao (YCSA) – 9 pontos perdidos      

2 – Henrique Lowy (YCSA) – 10 pp

3 – Alex di Francesco (EVI) – 21 pp  

 

Geórgia com Scheidt e velejadores do YCP no pódio (Paola Prada / YCP)

Ary Pereira Jr – ary70jr@hotmail.com
MTb: 23.297 / (11) 9 9275-7044

 

Está chegando mais uma etapa da Regata Santos-Rio

Com 67 anos de história, a competição coleciona uma galeria de grandes homens e barcos  

67ª Regata Santos-Rio

 

Em 4 de janeiro de 1947, foi disputada a primeira regata Buenos Aires-Rio, uma promoção conjunta do Yacht Club Argentino e do Iate Clube do Rio de Janeiro, representado por José Candido Pimentel Duarte. Quatro anos depois, surgia a Regata Santos-Rio, uma realização conjunta do Iate Clube de Santos e do Iate Clube do Rio de Janeiro. A proximidade das datas não era coincidência.

Veleiros atracados no píer do ICS, em Guarujá
(Douglas Morerira)

Para muitos os que viveram a vela no período, a regata nacional tinha como principal objetivo “treinar” as tripulações para enfrentar a competição mais importante. Não é de admirar, portanto, que os vencedores das primeiras Santos-Rio tenham sido exatamente os veleiros da Classe Brasil, encomendados por Pimentel Duarte à americana Sparkman & Stephens, para “derrotar os argentinos”. É claro que logo em seguida a regata adquiriu importância própria.

No próximo dia 27, ao completar sua sexagésima sétima edição, a Regata Santos-Rio continua palco de emocionantes velejadas, sempre envolvendo grandes nomes da vela oceânica. Do pioneiro Joaquim Belém a Torben e Lars Grael; de João e Guga Zarif a Eduardo de Souza Ramos; de Sergio Mirsky e Fernando Pimentel Duarte a Fernando Nabuco; de Roberto Pellicano a Maurício Santa Cruz, milhares de velejadores contribuíram para que a regata se mantivesse entre as mais importantes do calendário de oceano do País.

Largada da edição 2016
(Douglas Moreira)

Até esta segunda-feira, 23 de outubro, quinze barcos confirmaram presença no desafio de 200 milhas náuticas, pelas classes IRC, ORC e BRA-RGS. Entre eles a tripulação do Camiranga (Veleiros do Sul), invicta desde 2015, ano em que quebrou o recorde com o tempo de 18h09m03s.

Foi também em 2015 que a famosa disputa completou 65 anos. A data foi comemorada com a criação de uma nova logomarca criada pela equipe da Coolpix Design e Estúdio, que até hoje estampa as camisetas da competição.

Veleiro Camiranga – Campeão das edições 2015 e 2016
(Douglas Moreira)

Era digital

Repetindo o sucesso do ano passado, o ICS vai transmitir a largada pelas redes sociais, através da função live na @RegataSantosRioOficial, página oficial do evento no Facebook. Em 2016 a transmissão ao vivo pela rede alcançou 9.810 pessoas.

Mais informações, acesse icsantos.com.br

 

Confira abaixo a programação da nova edição:

26 de outubro (quinta) 18h30: Reunião de comandantes no Mirante da Sede Guarujá

20h: Jantar e festa de confraternização no ICS para velejadores, acompanhantes e convidados.

27 de outubro (sexta)

10h Encerramento das inscrições e pesagens

12h Largada única para todas as classes – Baía de Santos

03 de novembro (sexta)

20h Cerimônia de Premiação da Santos-Rio no ICRJ (Pérgula da piscina)

 

Comunicação e Marketing Iate Clube de Santos

Isabela Campos e Laís Meireles

comunique@icsantos.com.br

Tel: 11-3155-4400

www.icsantos.com.br