Arquivo da tag: florianopolis

Meio século de emoção: Regata Volta à Ilha completa 50 edições neste sábado

Florianópolis (SC) – 05 de dezembro de 2018 – Encerrando o calendário náutico do Iate Clube de Santa Catarina, acontece neste sábado (8) a Regata Volta à Ilha, com largada na Sede Central, às 10h. Principal competição de vela oceânica do estado, a edição deste ano marca uma data especial na história do evento, já que essa será a 50ª vez que a regata, realizada desde 1969 pelo Veleiros da Ilha, acontece. Continuar lendo Meio século de emoção: Regata Volta à Ilha completa 50 edições neste sábado

Palestra Gratuita: “A Travessia Azul: De Ubatuba à Cape Town a bordo de um pequeno veleiro” – 20/11/2018 – Florianópolis – SC

Além do lançamento do livro A TRAVESSIA AZUL, teremos um sorteio da novíssima camisa VAMOS NO PANO MESMO da Cusco Baldoso Vela Oceânica

Esperamos você e sua família! Esta palestra pode mudar sua maneira de encarar as travessias da vida!

Continuar lendo Palestra Gratuita: “A Travessia Azul: De Ubatuba à Cape Town a bordo de um pequeno veleiro” – 20/11/2018 – Florianópolis – SC

Copa Brasil começa na próxima semana e terá em disputa vagas no Pan de Lima

Competição vale classificação para Lima 2019 em seis classes, entre elas a Nacra 17 e a Fórmula Kitesurfe, estreantes no programa do Pan

Florianópolis será sede do evento no Iate Clube de Santa Catarina, sede Oceânica Jurerê Continuar lendo Copa Brasil começa na próxima semana e terá em disputa vagas no Pan de Lima

Marcelo Gusmão timoneia Zeus Team na conquista da Fita Azul

Foto: Green Multimídia

Marcelo Gusmão timoneia Zeus Team na conquista do Fita Azul na Regata Cidade de Florianópolis

Comandante do Itajaí Sailing Team reforçou equipe na segunda etapa da Copa Veleiros de Oceano

Fazendo parte das comemorações dos 345 anos da capital catarinense, a Regata Cidade de Florianópolis foi realizada nesse sábado, na Baía Norte, consagrando a tripulação do Zeus Team como a grande vencedora do final de semana. A equipe conquistou o troféu Fita Azul, destinado a primeira embarcação a cruzar a linha de chegada, em um belo sábado com ventos nordeste de 12 nós, contando com o reforço do velejador Marcelo Gusmão em sua tripulação.

Comandante do Itajaí Sailing Team, Gusmão foi convidado para ser o timoneiro do Zeus Team na Regata Cidade de Florianópolis ajudando a equipe a vencer no geral e na classe IRC. Velejador olímpico e com vasta experiência em vela oceânica, Gusmão é considerado um dos principais nomes da Vela de Oceano no país e o reforço contribuiu para o bom resultado do Zeus Team.

Foto: Green Multimídia

“Foi muito bacana poder contribuir como timoneiro do Zeus. Um barco repleto de ótimos velejadores e que tornou a experiência ainda mais engrandecedora”, comenta Gusmão. “Esse intercâmbio de experiências é ótimo, pois consigo passar um pouco do que sei para a tripulação e ao mesmo tempo aprendo com outros velejadores’, concluiu o Comandante do Itajaí Sailing Team.

A segunda etapa da temporada contou com aproximadamente vinte embarcações e com dois tipos de percursos na Baía Norte. As classes IRC, ORC, C30, RGS A e Hpe-25 cumpriram um percurso barla-sota com seis pernas, enquanto as classes RGS Cruzeiro A e B, Multicascos e Bico de Proa realizaram um percurso triangular. Fita azul da competição, o Zeus Team faturou o título geral da etapa e levou a melhor na IRC, terminando a frente de Absoluto, vice-campeão, e Argonauta 4, terceiro colocado.

A Copa Veleiros de Oceano conta com o apoio Projeto da Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte – Calendário Náutico 2017- Cidade de Florianópolis e conta com os patrocínios das empresas ENGIE Energia, Nortox, Clemar Engenharia, Softplan, Diprape, ainda dos patrocinadores pessoa física Senhor Umberto Gobbato e Homero Gorafallis Ribeiro

Texto: Danilo Caboclo – Assessor de Comunicação Social do Iate Clube de Santa Catarina: (48) 99177 8099

Assessoria de Comunicação Social:

João Henrique Baggio: (47) 99959 3979 / (47) 3344 8606

 

Tijucas vai ganhar complexo náutico mais moderno da América Latina

Assinatura de um convênio entre a Univali e a Quasar Design University, da Itália, para a implantação de um centro de design náutico em Santa Catarina e parceria com a ONG francesa Planeta d’O para a implantação do Museu do Mergulho marcarão o pré-lançamento do projeto no dia 22 de novembro

A paisagem do litoral de Tijucas, na região da Grande Florianópolis, em Santa Catarina, em breve vai mudar radicalmente. Em uma área de 804 mil metros quadrados – na região compreendida entre a foz dos rios Santa Luzia e Tijucas – será implantado o Tijucas Marine Center (TMC), um complexo náutico sustentado em quatro pilares da economia do mar: indústria, comércio, serviço e turismo náutico.

A assinatura de um convênio entre a Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e a Quasar Design University – universidade italiana com sede em Roma, na Itália – para a implantação de um centro de design náutico em Santa Catarina marcará o pré-lançamento do projeto no próximo dia 22 de novembro, em Tijucas. Pelo acordo, a Quasar estruturará um centro de capacitação de mão de obra especializada dentro do TMC, cujos cursos começam já em 2018 no campus da Univali de Tijucas. Na data, também será anunciada a parceria com a ONG francesa Planeta d’O, do mergulhador Pierre Passot, para a implantação do Museu do Mergulho. A previsão é de que o museu comece a ser construído em 2019 e sua instalação completa se dará em 36 meses. O complexo abrigará, ainda, a sede do Instituto Anjos do Mar, ONG internacional de resgate.

O empreendimento leva o conceito “smart sea”, que visa criar um espaço de convivência e produção relacionado exclusivamente ao mar. De acordo com o empresário Álvaro Ornelas, diretor geral do TMC, o complexo será desenvolvido com base no conceito da Lauderdale Marine Center – principal marina de reparação de iates da América do Norte, localizada na Florida (EUA) – para oferecer a mais moderna e eficiente estrutura de serviço náutico para embarcações de lazer da América Latina.

A construção do Tijucas Marine Center será feita em cinco etapas. A primeira fase da implantação, programada para iniciar no primeiro trimestre de 2018, preparará a área para receber investimentos da indústria e de empresas que comercializam produtos náuticos, com a estruturação de um total de 137 terrenos com metragens de 1 mil a 30 mil metros quadrados. A previsão é que esta primeira fase seja finalizada em 24 meses.

Quando concluído, o TMC gerará 4 mil empregos diretos, grande parte mão de obra especializada com formação nos cursos oferecidos no próprio complexo. Segundo o empresário, o empreendimento foi projetado para atender as principais demandas do mercado em relação à economia do mar de Santa  Catarina e do Brasil. “O propósito é potencializar a indústria náutica, o comércio, os serviços e o turismo náutico em um único espaço, criando um conceito de ‘one stop point’ e gerando um ecossistema de negócios totalmente voltado ao potencial náutico do litoral do Brasil”, destaca Ornelas.

Infraestrutura de apoio

Um dos principais diferenciais do projeto é a infraestrutura completa de apoio à indústria náutica, incluindo dársenas – que fazem parte da estrutura de travellift – com capacidade para movimentar barcos de até 120 pés com 150 toneladas, o maior do Sul do Brasil. A primeira dársena começa a ser construída em 2019 e, ao longo de 2020, outras três serão entregues, assim como estrutura de apoio náutico e marina seca.

A Marine Express, principal representante de marcas líderes mundiais fornecedoras de equipamentos náuticos, já confirmou filial no Tijucas Marine Center. A empresa foi o primeiro investimento direto e totalmente privado captado pelo polo náutico de Tijucas. Com 25 anos no mercado náutico, a Marine Express oferece um serviço completo de logística para abastecer os estaleiros de barcos de cruzeiro, esporte e de barcos de serviço.

 

Números do TCM:

  • Área total: 804 mil m²
  • Quantidade de terrenos na fase 1: 137 a partir de 1 mil m2
  • Empregos diretos: 4 mil (com o projeto finalizado)
  • Início das obras: Primeiro trimestre de 2018

 

Joana Gall – (47) 99647-2444

Adão Pinheiro – (47) 99987-7468

Luciana Zonta – (47) 98415-5407

Assessoria de Imprensa TMC

Buriti Jornalistas Associados

www.buritijornalistas.com.br

 

Itajaí Sailing Team luta pelo bi-campeonato estadual

Itajaí Sailing Team – Foto: Aline Bassi/ Fotop

O Itajaí Sailing Team – time de vela que representa a cidade em competições oficiais – vai disputar nos dias 24 e 25 a Regata Lineares e a Primeira Etapa do Estadual  de Oceano, em Florianópolis. A competição, organizada pelo Iate Clube de Santa Catarina, servirá como uma espécie de clínica de vela para a participação na 44ª edição da Semana de Vela de Ilhabela, que acontece de 7 a 15 de julho. Os itajaienses – atuais campeões estaduais – chegam à Capital catarinense com a missão de defender o título, tendo a bordo o velejador olímpico, André Bochecha Fonseca, e a estreia do velejador Alex Ramos Veeren.

 

Aos 26 anos de idade, Alex tem no currículo os títulos de campão brasileiro de classe laser e duas vezes campeão sul-americano da categoria, além de um título nacional da classe C 30. Alex conta que está super animado para estrear na equipe, com quem tem expectativas de fazer excelentes regatas.

 

Itajaí é a única cidade do país que tem uma equipe oficial de vela. A cidade é também uma referência em sediar algumas das competições náuticas mais importantes do mundo, como a Volvo Ocean Race, que estará de volta em abril de 2018. A equipe – que representa a força do complexo portuário de Itajaí através de seus patrocinadores, entre eles os principais terminais de Itajaí e Navegantes – tenta através do esporte estimular o crescimento da economia na região.

 

De acordo com Gastão Furlin, coordenador do Itajaí Sailing Team, o time espera realizar uma regata em alto nível para defender o título estadual. “Nossa intenção é tentar manter o rendimento que sempre definiu a equipe e, quem sabe, melhorar ainda mais”, pontua.

 

Ilhabela

 

Atualmente, o time de vela está se preparando para disputar a Semana de Vela de Ilhabela, de 7 a 15 de julho, no litoral norte de São Paulo (SP). O evento, considerado uma das mais importantes competições do Brasil, terá participação de atletas olímpicos, amadores e da comunidade de Ilhabela, que todos os anos recebe mais de 1 mil competidores. Na área esportiva, serão nove classes de barcos em disputa. Fora da água, a organização terá uma Race Village nos mesmos moldes de grandes competições internacionais, com atrações para todos que estiverem por lá nas férias de julho.

 

O time itajaiense vai competir na categoria IRC a bordo de um veleiro da classe Soto 40 com 10 tripulantes, incluindo a presença da nova velejadora mirim Brenda Furlin, 13 anos, e seguindo uma tendência mundial da vela de incluir mulheres nas equipes de vela. O projeto Itajaí Sailing Team tem o patrocínio da APM Terminals, Portonave, Multilog, JBS, Brasfrigo e Poly Terminais, além de apoio da Anasol, Marina Itajaí, Molim e Clindex.

— 

Maycon Cosme  |47| 98421-4585

Buriti Jornalistas Associados

www.buritijornalistas.com.br

 

André Fonseca Bochecha integra sábado, o Itajaí Sailing Team

Foto: André Fonseca Bochecha
Foto: André Fonseca Bochecha

Com largada em Florianópolis e chegada em Itajaí, a competição é uma excelente oportunidade para a população conhecer o barco e torcer pelos velejadores catarinenses

A Itajaí Sailing Team – equipe de vela que representa a cidade em competições nacionais – contará com a participação especial do velejador André Fonseca (o Bochecha) durante a disputa da 12ª Regata Marejada neste sábado, 7 de novembro. A competição, organizada pelo Iate Clube de Santa Catarina e Associação Náutica Itajaí (ANI), é uma das mais tradicionais do Calendário Copa de Veleiros de Oceano. A largada será em Florianópolis, com chegada em Itajaí, por volta de 16h.

Foto: Itajaí Sailing Team
Foto: Itajaí Sailing Team

Bochecha foi o único brasileiro a participar da Volvo Ocean Race 2014/2015, considerada a Fórmula 1 dos mares, a bordo do veleiro Mapfre. “Contar com a participação de um velejador da categoria de André Fonseca no barco será de extrema importância para a troca de informações e experiências com a equipe”, comemora Alexandre dos Santos, coordenador do Itajaí Sailing Team.

A Regata Marejada, válida como nona etapa da Copa de Veleiros de Oceano, é o último antes da Regata Volta à Ilha, que este ano será realizada no primeiro sábado de dezembro, dia 5. A equipe itajaiense chega a competição depois de assegurar os terceiros lugares nos Circuito Rio e na Refeno 2015, esta última disputada entre Recife (PE) e o arquipélago de Fernando de Noronha.

Foto: André Fonseca Bochecha
Foto: André Fonseca Bochecha

A Regata Marejada é uma excelente oportunidade para a população do município conhecer o barco e torcer pelos velejadores. Essa é a primeira vez que a equipe participa de uma competição com final em Itajaí desde a formação do time. O projeto Itajaí Sailing Team é patrocinado pela Brasfrigo, JBS, APM Terminals Itajaí e Anasol.

 

Maycon Cosme  |47| 8421-4585 

                        |47| 8421-4584
Buriti Jornalistas Associados

Condições perfeitas marcam a Regata Ele e Ela em Floripa

d521b3285331148964fc0a459a826ae3_XL

Neste sábado, 23, o Iate Clube de Santa Catarina sediou a segunda etapa da Copa Flotilha. A Regata Ele e Ela contou com um excelente nível técnico e foi marcada pela condição perfeita de ventos norte na Baía Sul, que variaram entre 10 e 20 nós (18 a 35km/h) ao longo da tarde para o deleite das duplas que participaram da regata.

Após velejarem sozinhos na primeira etapa da Copa Flotilha – A Regata Solitário – neste sábado os comandantes tiveram uma companhia de luxo em suas embarcações. Acompanhados das esposas, namoradas e filhas, os velejadores tiveram pela frente um dia perfeito para as disputas, que tornou a regata ainda mais especial.

Com largada nas proximidades da Ponte Pedro Ivo, os veleiros seguiram na Baía Sul, rumo a primeira boia, em frente ao Trapiche da Sede Central do Iate Clube, com ventos de aproximadamente dez nós (18 km/h). Diferente da regata passada, nessa etapa os veleiros tiveram que cumprir um trecho um pouco mais longo, contornando uma boia nas proximidades de Coqueiros e só depois seguiram para a Ilha do Largo. Após o contorno no Sul da Ilha, as duplas retornaram para mais um contorno da boia em Coqueiro e fizeram a última perna até o Iate Clube em um contravento com rajadas de até 20 nós (35kh/h), que exigiu muito das embarcações.

Ao lado da velejadora Carla, sua namorada, o comandante Marcelo Gusmão foi o Fita Azul da regata com o veleiro Moleque. “Tivemos uma regata muito boa. Sabíamos que a volta seria com ventos fortes e tivemos um lindo dia. Eu e a Carla sempre velejamos juntos e hoje foi mais um excelente dia”, disse. “Eu procuro sempre estar bem atenta ao que ele me pede no barco. A gente veleja bastante juntos”, disse Carla. “O segredo do bom velejador é transformar o amor da vida dele numa boa velejadora”, completou.

Com a vitória na Classe RGS, o Moleque subiu para a segunda posição na Copa Flotilha, atrás apenas do Tintiun, que venceu na Regata Solitário e acabou em segundo na Ele e Ela. O 007 completou o pódio da classe RGS neste sábado, com a terceira posição.

Fita Azul da Regata Solitário, o C30 Corta Vento, do comandante Carlos Augusto Matos foi o segundo veleiro a cruzar a linha de chegada, mais uma vez com vitória na classe. “Eu já faço a Regata Ele e Ela com a Isabel há cinco anos. Ela é uma exímia velejadora e eu fico só olhando”, disse Guto, orgulhoso de ter passado os ensinamentos para a filha. “Eu já estou acostumada a participar da regata. Não é nenhuma surpresa para mim, pois velejo desde pequena com o meu pai. Foi legal também, pois o vento estava muito forte e exigiu muito em alguns momentos”, disse Isabel.

Na Proa Rasa, o Zimbro foi o vencedor da classe. Essa foi a segunda vitória do veleiro na Copa Flotilha, que lidera com boa vantagem a competição.

A terceira e última etapa da Copa Flotilha acontece já no próximo sábado, dia 30. A Regata Tripulação vale também como quarta etapa da Copa Veleiros de Oceano.

Fonte: ABVO