Arquivo da tag: Campeonato mundial

Robert Scheidt inicia luta pelo 12º título mundial na classe Laser

Velejador brasileiro compete no México a partir desta quinta-feira (12) e, além de buscar mais um grande resultado, intensifica a preparação para a Olimpíada do Rio de Janeiro

Scheidt chegou uma semana antes ao México (Fred Hoffmann/ Divulgação)
Scheidt chegou uma semana antes ao México (Fred Hoffmann/ Divulgação)
São Paulo (SP) – Multicampeão. Atleta consagrado. Considerado um dos melhores da história. E ainda com apetite. Aos 43 anos, Robert Scheidt vai usar toda sua técnica, experiência e vontade para lutar pelo 12º título mundial da classe Laser. O velejador brasileiro está em Puerto Vallarta, no México, para a disputa do campeonato que começa na quinta-feira (12) e vai até 18 de maio. A fome por medalha, contudo, não será saciada em águas mexicanas. A grande meta do ano são os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

“O Mundial é uma verdadeira maratona. São 14 regatas em sete dias, que exigem muito dos competidores. Espero um nível muito alto e vou procurar manter a regularidade para chegar ao final em condições de brigar por um lugar no pódio”, afirma Robert, que optou por não participar da etapa de Hyères da Copa do Mundo de Vela, no final de abril, na França, para se concentrar exclusivamente na preparação para o Mundial. “Optei por não ir para Hyères porque achei que seria demais, em função da proximidade com o Mundial. Considerei ser melhor usar este tempo para caprichar na parte física e técnica”, disse o bicampeão olímpico, patrocinado pelo Banco do Brasil, Rolex, Deloitte e Audi, com os apoios de COB e CBVela.

O Mundial do México será realizado na mesma raia do Pan de 2011, competição que Scheidt não participou porque, na época, estava na classe Star, que não faz parte do programa pan-americano. Para se ‘aclimatar’, Robert chegou a Puerto Vallarta com uma semana de antecedência para se habituar com o regime de ventos e a raia, que ele não conhece justamente por não ter disputado o Pan há quatro anos.

A programação da temporada 2016 é composta por etapas. O Mundial é um dos maiores e mais importantes ‘degraus’ para chegar ao objetivo máximo do ano, a Olimpíada. E o planejamento incluí, ainda, um período de treinamento no Brasil. “Depois do Campeonato Mundial, terei um período de preparação no Rio de Janeiro, entre 15 a 25 de junho. Retornarei à capital carioca em 7 de julho, onde farei duas pequenas competições e entrarei na reta final de preparação até o início dos Jogos”, antecipa Scheidt, que mora no Lago Di Garda, na Itália, com a mulher, a também velejadora lituana Gintare Volungeviciute, e os dois filhos do casal.

Mundial e Rio 2016, os focos de Scheidt na temporada (Divulgação)
Mundial e Rio 2016, os focos de Scheidt na temporada (Divulgação)

O Mundial não é o primeiro degrau de Robert rumo aos Jogos Olímpicos do Rio. Em 2016, ano de sua sexta Olimpíada, ele soma dois títulos consecutivos. Após vencer, no começo de janeiro, o Brasileiro de Laser, no Rio de Janeiro, o velejador conquistou, no fim do mesmo mês, seu sexto título em Miami da Copa do Mundo de Vela. Mais recentemente, no início de abril, garantiu a prata no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca na Espanha. Na carreira são 175 títulos – 86 internacionais e 89 nacionais – além de cinco medalhas olímpicas (duas de ouro, duas de prata e uma de bronze).

Robert Scheidt também obteve mais três vitórias recentemente. Embora não tenham o peso dos grandes resultados da temporada, ele ganhou velejando na Itália, em 15 de abril, dia do seu aniversário de 43 anos. “Foi um dia muito feliz. Estava com minha família e participei de uma regata no Lago de Garda e venci três provas, então, não podia ser melhor a comemoração do meu aniversário.”

Maior atleta olímpico brasileiro Cinco medalhas:

Ouro : Atlanta/96 e Atenas/2004 (ambas na classe Laser)

Prata : Sidney/2000 (Laser) e Pequim/2008 (Star)

Bronze : Londres/2012 (Star)

175 títulos – 86 internacionais e 89 nacionais, incluindo o Campeonato Brasileiro de Laser/2016 e a etapa de Miami da Copa do Mundo/2016

Laser

Onze títulos mundiais – 1991 (juvenil), 1995, 1996, 1997, 2000, 2001, 2002*, 2004 e 2005 e 2013

*Em 2002, foram realizados, separadamente, o Mundial de Vela da Isaf e o Mundial de Laser, ambos vencidos por Robert Scheidt

Três medalhas olímpicas – ouro em Atlanta/1996 e Atenas/2004, prata em Sydney/2000

Star

Três títulos mundiais – 2007, 2011 e 2012*

*Além de Scheidt e Bruno Prada, só os italianos Agostino Straulino e Nicolo Rode venceram três mundiais velejando juntos, na história da classe

Duas medalhas olímpicas – prata em Pequim/2008 e bronze em Londres/2012

Mais informações em www.robertscheidt.com.br

Twitter: @robert_scheidt

Facebook: Robert Scheidt

Acompanhe também a ZDL nas redes sociais:

Twitter: @ZDLcomunica

Facebook: ZDL Comunicação

ZDL – Rafael De Marco / Doro Jr. – Mtb 13209

E-mail: dorojr@zdl.com.br

Tels: (11) 3285-5911

Siga a ZDL no twitter:twitter.com/ZDLcomunica e no facebook ZDL Comunicação

Geison Mendes e Gustavo Thiesen em preparação para Mundial de 470

Foto: Fred Hoffmann
Foto: Fred Hoffmann

Objetivo da dupla é manter o bom retrospecto visando a vaga na Olimpíada de 2016.

Com o objetivo de manter o bom retrospecto e mirando a vaga na Olimpíada para Rio 2016, a dupla de 470 masculino do Veleiros do Sul Geison Mendes e Gustavo Thiesen disputam entre os dias 10 e 17 de outubro o Campeonato Mundial da classe 470 em Haifa, Israel. A equipe, tricampeã Sul-americana da classe e dupla brasileira melhor colocada no ranking da Federação Internacional de Vela (ISAF) em 22º lugar, tem por objetivo manter o desempenho que vem obtendo em competições internacionais desde o início dos trabalhos da dupla — em 2012 — e sobretudo alcançar uma boa colocação na disputa, o que pode encurtar o caminho para a tão esperada vaga olímpica.

Conforme nota oficial da CBVela divulgada em 08 de agosto último, a tripulação brasileira que ficar entre os 15 primeiros colocados no Campeonato Mundial da Classe em Israel 2015 e se as demais tripulações brasileiras tiverem o dobro da colocação mais 1 do que a dupla melhor colocada, estará automaticamente classificada para representar o país nos Jogos Olímpicos Rio 2016. De olho nesta definição, Geison e Gustavo estão no Rio de Janeiro treinando na raia olímpica com duplas estrangeiras que já confirmaram participação nos Jogos.

 

 

______________________________________

Assessoria de Comunicação do Veleiros do Sul

Ane Meira Mancio

+55 51 3265 1733 ramal 5

comunicacao@vds.com.br

www.vds.com.br

Thiago Ribas e Erik Hoffmann rumo ao Mundial de 420 no Japão

Dupla do Veleiros do Sul embarca nese sábado para a Ásia

Começa na próxima sexta-feira (17) o Campeonato Mundial de 420 em Karatsu no Japão e a dupla do Veleiros do Sul Thiago Ribas e Erik Hoffmann embarca amanhã para a Ásia para defender o país em terras nipônicas.

 

Foto: Ricardo Pedebos/Veleiros do Sul
Foto: Ricardo Pedebos/Veleiros do Sul

O campeonato conta com 170 barcos inscritos e terá a participação de cinco equipes brasileiras — além da dupla do Veleiros do Sul, também correm o campeonato quatro paulistas do Yacht Club de Santo Amaro. Os gaúchos terão companhia de alto nível com o técnico argentino Pablo Volker, campeão mundial de 420 em 2011.

“A expectativa é muito grande porque os últimos mundiais foram na Europa, que tem muita estrutura e facilidade de logística e desta vez tudo será diferente. Em 2014 conseguimos terminar o campeonato na Flotilha Ouro e este ano queremos estar entre os TOP 20. Nosso objetivo também é abrir caminho para os velejadores que saem da classe optimist como o Gabriel Lopes e o Tiago Quevedo e mostrar uma classe competitiva, organizada e divertida que faz parte do Mundial da Juventude, além de ser uma transição para a classe olímpica 470”, comenta o timoneiro Thiago Ribas.

O campeonato termina em 25 de julho. Confira o site do campeonato.

 

Assessoria de Comunicação do Veleiros do Sul

Ane Meira Mancio

+55 51 3265 1733 ramal 5

comunicacao@vds.com.br

www.vds.com.br