Disputa de alto nível da Nacra 17 é destaque no 1º dia da Copa Brasil

No primeiro dia de regatas, Samuel Albrecht/ Gabriela Nicolino e João Bulhões/ Isabel Swan protagonizam confronto de destaque em Jurerê

O primeiro dia de regatas da Copa Brasil de Vela 2018 teve uma disputa particular na raia da Sede Oceânica Jurerê do Iate Clube de Santa Catarina, nesta terça-feira, dia 20. Na classe Nacra 17, um duelo de alto nível técnico teve como protagonistas, de um lado, a dupla Samuel Albrecht/ Gabriela Nicolino, 5ª colocada no Campeonato Mundial deste ano; e do outro lado a recém-formada parceria de João Bulhões com a medalhista olímpica Isabel Swan.

Samuel e Gabriela pularam na frente, vencendo duas das três regatas do dia e somando 4 pontos perdidos (1+1+2). Mas João e Isabel ganharam a outra prova desta terça-feira e estão em segundo lugar (8 p.p., 4+3+1). O confronto promete ser uma das grandes atrações do campeonato, até porque está em jogo também a classificação para os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.

“A disputa entre as duas duplas é saudável e de respeito. Admiro o João por estar na segunda campanha dele e vejo que a classe Nacra brasileira evoluiu muito. Nós dois temos condições de representar muito bem o país. Quanto à Copa Brasil, com certeza será bem acirrada e a definição deve acontecer no sábado, no último dia de regatas”, afirmou Samuel Albrecht, na saída da água.

“Nós temos uma disputa grande, mas eu e Isabel estamos aqui mais até para aprender. Nunca havia entrado com a Isabel em um barco em regata numa competição e estou bem contente. Já no primeiro dia evoluímos muito. Velejar com ela é muito bom. Além de ser uma grande velejadora, é também uma pessoa com uma energia incrível e que aprende tudo muito fácil”, disse João Bulhões.

sbnews-foto-20181121-05
Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino – Créditos: Gabriel Heusi/ @heusi_action

Com o expressivo total de 110 barcos inscritos, a Copa Brasil de Vela 2018 teve seu primeiro dia de regatas com boas condições em Florianópolis, e ventos de 10 a 13 nós.

Nas classes Fórmula Kitesurfe, Snipe Mista, RS:X Masculina, RS:X Feminina e Laser Standard, a Copa Brasil será o evento que vai definir quais velejadores vão representar o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 (sujeito a validação posterior pelo Comitê Técnico da Vela). Já na Nacra 17, a competição vale vaga para o país e para os atletas no Pan.

Resultados completos: http://copabrasildevela.cbvela.org.br/

A Copa Brasil é organizada pela Confederação Brasileira de Vela, com patrocínio oficial do Bradesco desde a primeira edição, e conta ainda com a parceria da Federação de Iatismo de Santa Catarina e do Iate Clube de Santa Catarina.

O campeonato terá regatas nas seguintes classes: RS:X (Masc e Fem.), Laser Standard, Laser Radial (Fem.), Finn, 470 (Masc e Fem.), 49er, Nacra 17 Foil (Misto), Snipe (Misto), Lightning (Misto), Formula Kitesurf (Open). A disputa vai até o dia 24 de novembro.

Assim como nos últimos anos, paralelamente à Copa Brasil de Vela acontece a Copa Brasil de Vela Jovem, que estará aberta às seguintes classes: RS:X (Masc. e Fem.), Laser Radial (Masc. e Fem.), 420 (Masc. e Fem.), 29er (Masc. e Fem.) e Nacra 15 (Misto). O objetivo é oferecer aos velejadores que estão em fase de iniciação e aperfeiçoamento no esporte a oportunidade de ter um contato próximo com os atletas que estão em campanha pan-americana e olímpica.

SERVIÇO:

O quê: VI Copa Brasil de Vela e IV Copa Brasil de Vela Jovem

Quando: de 20 a 24 de novembro de 2018

Onde: Iate Clube de Santa Catarina – Sede Náutica em Jurerê – Rodovia Tertuliano Brito Xavier, 3052 – Jurerê – Florianópolis – SC

 

SOBRE A CBVELA

A CBVela é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB). Tem o Bradesco como patrocinador oficial e o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador oficial da Vela Jovem. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: sete. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 18 medalhas em Jogos Olímpicos.

 

Tiago Campante

+55 21 3723-8177 | +55 21 991 037 425

tiago.campante@mediaguide.com.br

http://www.mediaguide.com.br

Curta nossa página no Facebook: @mediaguideesporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s