Brasil encerra Mundial da Juventude com quatro barcos no top 10

Competição terminou nesta sexta-feira, em Corpus Christi, nos Estados Unidos, e serviu para preparação de atletas na transição para classes olímpicas

Com barcos no top 10 de quatro classes, o Brasil encerrou nesta sexta-feira, dia 20, a participação do Mundial da Juventude, em Corpus Christi, nos Estados Unidos. Rafaela Salles e Fernanda Blyth (29er feminina, 5º lugar), Larissa Schenker (RS:X feminina, 6º lugar), Tiago Quevedo (Laser Radial masculina, 7º lugar) e Marina da Fonte e Marina Arndt (420 feminina, 7º lugar) passaram toda a semana da competição lutando pelas primeiras posições e demostraram o crescimento do país na Vela Jovem.

sbnews-foto-20180721-01
Rafaela Salles e Fernanda Blyth – Crédito: Divulgação CBVela

“O resultado foi muito bom a nível coletivo, o Brasil conseguiu colocar a maioria dos atletas no top 10 e até no top 8. Isso é um grande indicador de que muitas classes da Vela Jovem estão sendo bem trabalhadas no Brasil”, afirma Juan Ignácio Sienra, coordenador técnico da Vela Jovem, lembrando ainda que Christine Reimer ficou em 11º na Laser radial feminina.

Mais do que a melhora em relação ao ano passado, quando o país classificou dois barcos no top 10, a campanha no Mundial da Juventude de 2018 se mostrou positiva para o amadurecimento dos 12 velejadores da delegação nacional. As classes da Vela Jovem são preparatórias para os barcos olímpicos, sendo um momento decisivo na formação de atletas de alto rendimento.

“Para mim o mais importante é destacar a disciplina dos velejadores. A equipe mostrou um bom espírito de grupo, trabalhando junto, conversando, se ajudando, indo juntos para a academia fazer a preparação física. Foi um prazer trabalhar com eles”, diz Juan Ignácio.

sbnews-foto-20180721-03
Marina da Fonte e Marina Arndt Créditos: James Tomlinson/ World Sailing

 

Confira abaixo os resultados finais do Brasil no Mundial da Juventude:

  • 29er feminina. Rafaela Salles e Fernanda Blyth, 5º, 78 pontos perdidos
  • RS:X feminina. Larissa Schenker, 6º, 79 p.p.
  • Laser Radial masculina. Tiago Quevedo, 7º, 54 p.p.
  • 420 feminina. Marina da Fonte e Marina Arndt, 7º, 67 p.p.
  • Laser Radial feminina. Christine Reimer, 11º, 79 p.p.
  • 420 masculina. Guido Hirth e Stefano Geronimi, 18º lugar, 124 p.p.
  • RS:X masculina. Guilherme Plentz, 18º, 212 p.p.
  • 29er masculina. Vitor Paim e Ian Paim, 21º, 208 p.p.

 

Resultados completos no link abaixo:

http://www.worldsailingywc.org/results/2018_corpuschristi_usa.php

 

SOBRE A CBVELA

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB). Tem o Bradesco como patrocinador oficial, e o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador oficial da Vela Jovem. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: sete. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 18 medalhas em Jogos Olímpicos.

 

Tiago Campante

+55 21 3723-8177 | +55 21 991 037 425

tiago.campante@mediaguide.com.br

http://www.mediaguide.com.br

Curta nossa página no Facebook: @mediaguideesporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s