É a vez do barco de Martine Grael liderar sexta etapa

Num verdadeiro match race rumo a Auckland, na Nova Zelândia, as seis equipes que disputam a sexta etapa da Volvo Ocean Race têm chances de vitória. Barcos saíram de Hong Kong na semana passada

Ainda tem muita água pra ser percorrida na sexta etapa da Volvo Ocean Race, percurso entre Hong Kong e Auckland (Nova Zelândia), mas o team AkzoNobel conseguiu se manter em primeiro lugar no placar desta terça-feira (13).

Nas últimas 24 horas, o barco da brasileira Martine Grael, mais a oeste da flotilha, andou 20 milhas náuticas a mais do que o líder anterior, o Sun Hung Kai / Scallywag. 

A diferença entre AkzoNobel e Scallywag era de 11 milhas náuticas no último levantamento da tarde de terça-feira. Para os atletas que disputam a Volvo Ocean Race, essa vantagem é mínima levando em conta uma regata de mais de 15 dias de duração.

Rich Edwards/Volvo Ocean Race

“É um match race com AkzoNobel, que vai na frente! Nos Doldrums a etapa vai ser decidida”, disse o skipper do Scallywag, David Witt.

A equipe de Hong Kong venceu a etapa 4, praticamente um caminho reverso a esse. O AkzoNobel foi terceiro.

Faltam ainda mais de 3.400 milhas náuticas para a chegada ao porto neozelandês, mas estar em primeiro num momento chave da etapa, com a chegada às zonas de calmaria, pode fazer a diferença no fim.

Rich Edwards/Volvo Ocean Race

”Os Doldrums vão ser muito interessantes e nós nos estamos onde queremos, por isso estamos muito felizes”, contou David Witt.

No bloco de trás, MAPFRE, Dongfeng, Brunel e Turn the Tide on Plastic também estão colados, porém mais a leste no Mar das Filipinas.

”Foi uma noite divertida”, explicou Peter Burling, do Brunel. “Nós ficamos pouco atrás do MAPFRE, e tivemos uma pequena batalha durante meia hora. E estivemos bem, conseguimos passá-los, por isso foi bom”.

As equipes precisam de escolher o seu ponto de entrada nos Doldrums nas próximas 48 horas.

“Se eu pudesse por o barco num lugar, além de colocá-lo na linha de chegada, eu deixaria exatamente onde estamos agora”, concluiu David Witt.

O tempo dirá se o seu otimismo será comprovado!

Jeremie Lecaudey/Volvo Ocean Race

 

Saiba tudo que está ocorrendo na regata em www.volvooceanrace.com ou nas nossas mídias sociais @volvooceanrace

Os fãs também podem ler as novidades da prova no Twitter com @RaceExperts (em inglês)

O aplicativo da Volvo Ocean Race está disponível para iOS e Android.

 

Maiores informações:

Flavio Perez – Relações com a Mídia em Português
flavio.perez@volvooceanrace.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s