Ondas gigantes e ventos fortes ameaçam equipes da VOR

Leg 3, Cape Town to Melbourne, day 2, on board AkzoNobel. Alex Pella second day behind the wheel of the 65’s and he is right at home. Martine Grael beside him. Photo by James Blake/Volvo Ocean Race. 11 December, 2017.
James Blake/Volvo Ocean Race

A terceira etapa da Volvo Ocean Race – percurso entre a Cidade do Cabo e Melbourne – já começa a assustar os tripulantes dos sete times inscritos na competição. Ondas de 13 metros e ventos de 60 nós = 110 km/h são esperados nas próximas horas nos mares do sul. A meteorologia indica que o tempo ruim vai entrar a partir da madrugada desta quarta-feira (13). A etapa deve durar 15 dias e largou da África do Sul no domingo (10).

E os navegadores precisam prestar atenção em um fator importante! Assumir o risco de andar rápido mais próximo do gelo do sul ou encarar as tempestades. A organização da Volvo Ocean Race mantém uma zona de exclusão virtual para manter a flotilha a uma distância segura do gelo da Antártica.

Nenhum dos sete barcos disparou na ponta. Os líderes do campeonato MAPFRE e Dongfeng Race Team estão mais próximos ao sul. Com eles estão team AkzoNobel – da campeã olímpica Martine Grael – e Team Brunel. Mais ao norte estão Team Sun Hung Kai / Scallywag, Vestas 11th Hour Racing e Turn the Tide on Plastic. 

“Há um certo risco de estar mais ao sul e também diretamente na frente da tempestade”, explicou Simon Fisher, navegador do Vestas. O velejador é um especialista nesse tipo de decisão. Afinal, ele estava no Abu Dhabi Ocean Racing na vitória em 2014-15.

“Será um par de dias interessantes”, acrescentou. “Vem a dúvida de velejar na tempestade ou navegar em um lugar seguro, cuidar do barco e não se colocar em um lugar onde você possa ser atropelado pela tempestade”.

A terça-feira foi triste a bordo do Team Brunel. O pai do comandante Bouwe Bekking faleceu na semana passada e seu velório seria nesta terça-feira. O holandês decidiu correr a etapa em sua homenagem. “Sabíamos que era uma questão de tempo e concordamos antecipadamente que eu iria competir, mas não estou feliz com isso. Ele sempre apoiou minha escolha de ser um atleta profissional! Hoje meus pensamentos estão com meu velho, a quem sentirei muita falta”.

Saiba tudo que está ocorrendo na regata em www.volvooceanrace.com ou nas nossas mídias sociais @volvooceanrace

Os fãs também podem ler as novidades da prova no Twitter com @RaceExperts (em inglês)

O aplicativo da Volvo Ocean Race está disponível para iOS e Android.

 

Maiores informações:

Flavio Perez – Relações com a Mídia em Português
flavio.perez@volvooceanrace.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s