Pirataria na Ilha Grande – Divulgue

sbnews-20160801-01

Na madrugada da sexta 22 para o sábado 23/07/2016, no Abraão, Ilha Grande, foram roubados 2 botes de apoio com motores Mercury 3.3 hp.

Os botes pertenciam aos veleiros Preciosa e Apoena, o primeiro, com turistas chilenos e o segundo, com turistas argentinos… vergonha nacional!

Na madrugada do sábado 30 para domingo 31/07/2016, novamente, roubaram pelo menos outros 3 botes no Sítio Forte na Ilha Grande.

Dentre eles, um Zefir (2,0 m com fundo rígido) com motor Mercury 3.3 hp. O bote, na cor branca, tinha o adesivo do veleiro Ikaroa, um Spring 36 e, no motor, um adesivo da Regatta.

A Capitania dos Portos foi informada e os proprietários estão providenciado o B.O. (Boletim de Ocorrência) para que o ocorrido não fique no esquecimento.

Ajude a divulgar esta informação nas suas listas de amigos e se tiver alguma informação, entre em contato com a polícia ou, se não quiser se identificar, pode fazer a sua denúncia por telefone, ao Disque-Denúncia pelo número 181. Este serviço centralizado permite que qualquer pessoa forneça à polícia informações sobre delitos e formas de violência, com absoluta garantia de anonimato.

sbnews-20160801-02

Além disso, não compre equipamentos sem saber a sua procedência… é provável que foi roubado.

 

Se tiver de pernoitar, o que fazer?

A capitania dos portos recomenda o seguinte para evitar assaltos no mar:

  1. Não deixe o barco ancorado em local ermo;
  2. Não deixe equipamentos soltos/ a vista no deck ou botes e motores na água;
  3. Se for dormir na embarcação, procure pernoitar numa marina ou ao lado de um grupo de barcos;
  4. Deixe sempre um tripulante de vigília;
  5. Evite ficar parado no mesmo local por muito tempo;
  6. Evite dar informações a estranhos ou divulgar em mídias sociais o destino do passeio;
  7. Procure manter contato com embarcações que estejam próximas e avisar a polícia se perceber algum passeio de bote suspeito nas proximidades. A estratégia de assalto dos piratas passa por mapear o ambiente e programar o ataque.

De qualquer maneira, se acontecer e um assaltante entrar na sua embarcação, nunca tente reagir. Tente manter a calma e deixar os assaltantes também calmos… dê a eles tudo o que pedirem e seja até prestativo… lembre-se de que eles estão sobre o efeito de um tremendo stress e, na maioria dos casos, não tem nada a perder.

Aproveite o nosso paraíso com cuidado. O Brasil é muito bonito para ficar só na marina.

Bons ventos!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s